Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Um furacão chamado 2018

Apaga as luzes, sai de casa, vem sonhar. Vem de mansinho, vem da mesma forma com que acreditaste no mundo. Vem a tremer de medo porque é o medo que te segura. Trás a insegurança no olhar porque daí virá o melhor lutador. Vem com fé e com asas de vencedor. Vem com essa força disfarçada de timidez, essa alma tremendamente bela e pujante, essas veias de guerreiro que só a tua dor sabe que existem. Lembra-te que a vida é o que tu fazes dela e não aquilo que recebes dela. Trazes a tua intuição nos genes, os teus ideais na tua educação e todos os que por ti passam serão meras lições, banais tentações que a vida te oferece para que reconheças o caminho de volta a ti mesmo, o reencontro com a nossa essência. Um brinde a ti, 2018, por me mostrares isso mesmo. Foste o ano mais arrebatador, mais esgotante e mais desafiante. Serás o ano de que todos os outros anos terão inveja. Soubeste ser fogo, soubeste ser dor, soubeste ser amor, soubeste ser maturidade, soubeste ser metamorfose. Trouxeste br…

Mensagens mais recentes

A beleza do fracasso

Divergência sentimental

Desconexão com o mundo

Telhal 2018

Não existe amor próprio

PLATÓNICO

Conquista-me

(in)temporal

De encontro marcado com a Natureza

A Era do nada

Espontâneo

Tempo: o gerador da utopia

Aquela infância

Sempre que o amor me quiser