sábado, 26 de novembro de 2011

Voluntariado 4#

O companheirismo que ganham todas aquelas pessoas equilibra-se perfeitamente com a felicidade interior que levamos para casa, é tão bom dar como receber! Quem diria que entre aquelas quatro paredes existiam experiências de vida que nos completassem tanto, num simples canto existisse alguém que fora um bom escritor, um bom cozinheiro, um bom capataz de família, alguém de quem nós nos orgulhamos tanto de ter a sua companhia. É o remédio para todos os nossos males.
Frase do dia: "Fiquem cá para almoçar!" (senhor M*)

sábado, 19 de novembro de 2011

Menos bom :S

Voluntariado 3#

Mais uma vez, o remédio para os meus males! Um simples "bom dia" faz-me sorrir, um banal sorriso faz-me crescer, aqueles enormes corações impedem-me de mentir, onde é impossível perder a vontade de viver. Mesmo nas conversas mais curtas, pela doença não permitir a sua longevidade, alegro-me ao ouvir aquela palavra que compensa todo o silêncio, todas as lágrimas, todas as expressões... Uma palavra que faz mover multidões, uma palavra cujo nosso objectivo é ouvir e dizer todos os dias. Obrigado!
Tumblr_lwemfoxthc1ql9d6so1_500_large
Frase do dia: "Quanto vi a menina entrar, pensei logo que hoje já ia ter algum conforto." (senhora M*)

sábado, 5 de novembro de 2011

Tumblr_lu75ecssqc1qgz67oo1_1280_large

E pronto, continuemos...

Voluntariado 2#

Lindo! Foi uma experiência soberba, que quero mesmo repetir! Fiz muitos amigos, conheci melhor outras pessoas e acabei por me conhecer melhor a mim própria. Os lares não são uma valente treta, como muitos os pintam, são sítios fantásticos com um ambiente incrível, carregado de experiências de vida. Basta lá entrar para aprender, para cresver, para viver. Sempre sorridentes, sempre a dar o nosso carinho, recebemos também muita atenção que é mais do que gratificante. No fim, nós ficamos a ganhar tanto como eles. Eles já nos queriam lá mais tempo e pediram mesmo para ficarmos para o almoço, mas não pode ser. Como em todos os sítios do mundo, haviam personalidades fortes e outras mais recatadas, uns faziam-se notar e outros nem tanto, uns mais felizes que outros, mas todos com um ponto em comum, além da faixa etária, valentes histórias que contar, incontáveis memórias e todos apologistas da distração! Bjs ao meu grupo.
Black-and-white-couple-dance-dancing-gradnpa-favim.com-191688_large
Frase do dia: "És muito querida, só tenho medo é que te esqueças de mim..."

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Fui-me a baixo outra vez...

1190476068_largeGostava tanto de ser forte o suficiente para carregar este fardo. Quando pensamos que está tudo a correr razoavelmente bem, temos uma recaída... Quero esquecer este assunto, ainda que o sentimento perdure. Sonhos, pesadelos, até aqui isto insiste em me atormentar. Não quero que os que me rodeiam tenham pena de mim e que me tentem levantar o ego, porque não, não quero mesmo...! Além do mais, creio que seja uma tarefa impossível. Talvez a dor me alimente, não sei, talvez goste de arranhar esta ferida constantemente. Existem sempre coisas que servem de ligação, mas o que eu quero é o cerne da questão. Um fim absurdo.
I’m just complaining. It would feel good to shout out all my problems at the top of my lungs.

terça-feira, 1 de novembro de 2011