domingo, 28 de outubro de 2012

Voluntariado 18#

É um lar (talvez) como tantos outros. Alberga tantas e tantas personalidades. E quem diria que essas mesmas personalidades me completassem tanto? Desde a senhora sem um único cabelo branco, aos senhores adeptos de cartas. Desde a senhora com o colar do seu marido ao peito, à que tem saudades de costurar. Desde a vida dos campos que elas tanto recordam, às vidas dos filhos e netos de que tanto se orgulham. Desde a estima que umas têm pelos seus brincos de ouro, à saudade de cozinhar e de ter a casa cheia. Desde os apreciadores do sol a entrar pela janela, aos que gostam de cantar. Desde aqueles que não se cançam de repetir o seu nome, às unhas lindíssimas que muitas conservam. Desde os que nunca se esquecem de desejar felicidades, à fé que muitas possuem. Desde os conselhos sábios que guardam na ponta da língua, aos abraços sentidos.
E é por gostar tanto deles e lhes dar tanta dedicação que tenho medo que amanhã já não os encontre...

1 comentário:

Um comentário vale mais que mil palavras! Thanks :)