sexta-feira, 1 de abril de 2011

"Transformas-me em ambição..."

"(SONETO ORIGINAL SOBRE A TEMÁTICA DO AMOR)
Desde o espontâneo sol do teu cabelo,
Ao teu belo e acetinado rosto,
Desde o teu par de azuis cristais de gelo,
Ao teu aromático cheiro exposto.

Desde os teus suaves carnudos lábios,
Aos teus leves pés de rara estatura,
Desde as tuas macias mãos de sábios,
À tua real e fina cintura.

De facto, tu transformas-me em ambição,
Mal passas, repenso e julgo a ilusão,
Algo vil a um ser tão grandioso.

Perante tal áspero sofrimento,
Torna este laço um tanto poderoso,
Ou rompe de vez este sentimento.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Um comentário vale mais que mil palavras! Thanks :)