segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Já me estou a imaginar

A vaguear pelas ruas de Lisboa... Este assunto veio a propósito de uma prima de uma amiga minha que veio cá passar umas férias. E lá ia ela contando algumas histórias que passava com as suas amigas lá em Lisboa.
E dei por mim a pensar como me aguentaria a viver lá. Seria estranho mudar de uma vila para a maior cidade do país.
Mas começei a ver as partes boas da coisa.
Sentia-me mais livre e mais indepente, atravessava a rua e ia ao fórum! Sería obrigada a crescer mais rápido, teríamos mais coisas para fazer, o que é óptimo.
Colocamos um pé na rua e observamos um mundo em movimento em que nos vamos integrar, captamos desde as pessoas cheias de pressa, com papelada numa mão e a chave de casa na outra às pessoas todas chiques ao irem tomar o seu café da manhã à pastelaria da esquina, desde prédios sem fim a lojas modernas e inovadoras, desde eléctricos repletos de gente para iniciar a sua rotina a turistas que passeiam e observam a paisagem nos autocarros de turismo.
Olhamos para um lado, observamos táxis e mais táxis, olhamos para o outro, miramos a ponte Vasco da Gama dotada de transportes!
Fiz uma viagem a Lisboa, e digo-vos, adorei!!! ;D
Mas não troco esta cidade pela calma da minha terra e das minhas raízes.

1 comentário:

  1. Sinceramente acho que nada acontece por acaso...Quando algo acontece, é porque algo está no destino...
    Uma criança que nasçe numa terra, nunca mais esqueçe essa mesma Terra...Um bocadinho dessa Terra já pertençe a um bocadinho da alma dessa criança...Juras e mais juras faz essa criança que nunca abandonará o Lugar que tanto gosta...Contudo o destino prega-nos partidas...E quando menos se espera, lá se tem que ir para outra Terra...Novos costumes, novas vivencias, novas tristezas, novas alegrias fazem pertençer a outro bocadinho do coração...Muitas outras Terras essa outrora criança irá conhecer pelo Mundo fora, contudo, no Fim da sua jornada, a parte maior do coração pertençe á sua Terra Natal...E essa pessoa volta, nem que seja só para ver a tua antiga casa, e lágrimas de saudades lhe correm...
    Muitas pessoas chamam a tal exeperiência diversos nomes...Contudo só tem um...A VIDA...
    Uma vida feliz, é uma vida rica em experiências, tanto a nivel mental como real...

    ResponderEliminar

Um comentário vale mais que mil palavras! Thanks :)